Escola Jaya de Yoga

  • Aumentar tamanho da fonte
  • Tamanho da fonte padrão
  • Diminuir tamanho da fonte

Conexão das Glândulas Endócrinas

PDF

Muitos séculos antes do mundo ocidental ter conhecimento, por meio da medicina, as glândulas endócrinas, já eram bem conhecidas pelos Yogues, inclusive seu funcionamento. As posturas conhecidas como asanas (pronuncia-se aassanas), sempre foram recomendadas como forma de manter um bom funcionamento destas fabulosas glândulas de secreção interna, elas são assim chamadas, devido ao fato de liberarem hormônios na corrente sangüínea, a qual percorre todo o corpo levando estas substâncias químicas de papel definido, ao contrário de outras glândulas que conduzem seus substratos para dutos excretores do corpo. As glândulas chamadas endócrinas são as gônadas, o pâncreas, as supra-renais, o timo, as paratireóides, as tireóides, a pituitária e a pineal.

O desenvolvimento completo das diferentes partes do corpo, independente da função, só é possível graças a estas glândulas produtoras de hormônios que sendo substâncias químicas relativamente simples, podem ser oxidadas ou expulsas do corpo após cumprirem a função que pode ter um efeito imediato ou lento, no organismo. Quando por algum motivo há uma alteração nos hormônios rapidamente percebe-se a instalação de doenças na área do corpo onde atua o hormônio. Este desequilíbrio não é apenas físico, mas também mental, emocional e psicológico. As asanas têm importante papel no funcionamento das glândulas e da saúde do ser humano.

Alexandre Dos Santos.
Professor de Yoga


 

Adicionar comentário


Código de segurança
Atualizar